quarta-feira, 22 de outubro de 2014

FORMAÇÃO DE PAIS E PADRINHOS - APARECIDA

     Estivemos hoje a noite na Comunidade de Nossa Senhora de Aparecida, onde conversamos com os pais e padrinhos.
Amanda com seus pais e futura madrinha

terça-feira, 21 de outubro de 2014

DIA NACIONAL DE VALORIZAÇÃO DA FAMÍLIA


     Nesta terça-feira, 21, o Brasil comemora o Dia Nacional de Valorização da Família. De acordo com a Conferência Nacional dos Bispos no Brasil (CNBB), o objetivo é chamar a atenção dos governos e da sociedade para a importância da família como instituição fundamental do desenvolvimento humano.
     A data foi instituída no dia 17 de maio de 2012, a partir da Lei n. 12.647, sancionada pela presidência da República. Em 2013, os brasileiros celebraram a data pela primeira vez.
     Para o Bispo de Camaçari (BA) e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família (CEPVF) da CNBB, Dom João Carlos Petrini, a data deve suscitar nas famílias o compromisso com a evangelização.
     “Desejo a todos os brasileiros e brasileiras que acreditam e amam a família que, neste Dia Nacional da Valorização da Família, tenham mais tempo e dedicação à própria família e continuem na evangelização por um mundo justo e fraterno”, disse.
     O Dia Nacional de Valorização da Família busca promover a família como espaço privilegiado e insubstituível para que um homem e uma mulher possam, por meio do matrimônio, gerar e educar seus filhos (cf. Carta às Famílias, 10) no exercício da família cidadã.
     O Assessor nacional da Comissão Vida e Família, padre Rafael Fornasier, recorda que este ano a Semana Nacional da Família trouxe a temática “A espiritualidade cristã na família: um casamento que dá certo”. O objetivo é também ressaltar a beleza da família cristã, como imagem e semelhança de Deus, em comunhão com a 3ª Assembleia Extraordinária do Sínodo dos Bispos sobre a Família, realizada de 5 a 19 de outubro, no Vaticano. Essas atividades reforçam a necessidade de valorizar a vida em família no contexto atual.
     De acordo com o Padre Rafael, para esta data nacional, orienta-se as dioceses, paróquias e comunidades para que organizem atividades para a valorização da família, além de divulgar a data nos meios de comunicação disponíveis.
     Para a vivência do dia é sugerida uma oração que pode ser incluída nas Missas e celebrações, como também em atividades ecumênicas:

Oração para o Dia Nacional de Valorização da Família

     Senhor Deus, nosso Pai amoroso e misericordioso, criastes-nos à Vossa imagem e semelhança, para a plenitude da vida em comunhão. Sabemos por experiência que a família constituída por um homem e uma mulher unidos por um vínculo indissolúvel e seus filhos, fundada sobre o matrimônio, é a melhor maneira de viver o amor humano, a maternidade e a paternidade.

     Ela é o caminho da plena realização humana e, ao mesmo tempo, constitui o bem mais decisivo para que a sociedade cresça na verdade e na paz, porque ela corresponde ao Vosso desígnio de amor.

   Senhor Deus, Verbo Encarnado na família de Nazaré, escolhestes uma família como a nossa para habitar entre nós e compartilhar em tudo a nossa condição humana, menos o pecado. Viestes até nós para ser o nosso Redentor, para salvar a nós e a nossos filhos de atitudes e decisões insensatas, de caminhos de destruição e de morte, dos dramas que acompanham cada existência humana.

    Vinde para reavivar em nós o amor que se doa e fortalecer os vínculos de afeto recíproco, para que juntos construamos um mundo de gratuidade amorosa e de vida fraterna. Assim veremos florescer uma sociedade justa e solidária, que valoriza e ama a família, onde seja possível experimentar a felicidade verdadeira, até o dia em que chegaremos junto de Vós, no Vosso Reino de Paz definitiva.

     Nossa família, que constitui o bem mais precioso na nossa vida e o maior recurso da nação brasileira, está sendo descaracterizada e desvalorizada por diversas forças sociais e políticas, querendo assemelhá-la a qualquer união que ofereça afeto e cuidados. Até os pais correm perigo de serem desapropriados de sua responsabilidade educativa.

   Senhor Deus, Divino Espírito Santo, vinde fortalecer nosso ardor evangélico, para sermos discípulos missionários de Jesus, portadores do seu amor e da sua potência divina que vence a morte.

     Pedimos-vos que nossa família se torne cada vez mais casa de comunhão, capaz de vencer os conflitos, escola da fé e dos valores humanos e sociais, lugar onde se partilham as esperanças e as lutas e se acompanha o crescimento de cada filho. Assim, nossa família será fonte de alegria e de beleza, nascente de satisfação e de força para construir positivamente o horizonte de realização de cada pessoa e o bem de toda a sociedade.

     Ajudai-nos, Senhor a valorizar o grande dom que é a família, preservando-a dos males que a ameaçam e iluminai nosso caminho para superar os conflitos entre o trabalho a família e a festa, para promover a família cidadã, que auxilia a sociedade a superar a violência e a corrupção, a encontrar caminhos da paz.

     Sagrada Família de Nazaré, Jesus, Maria e José, abençoai as nossas famílias brasileiras.

By Canção Nova, 20/10/2014

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

FORMAÇÃO PARA PAIS E PADRINHOS - São Benedito

     Pais e padrinhos, na Comunidade São Benedito em reunião para  preparação do batismo de seus filhos(as)/afilhados(as).

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

VISITA À RESIDÊNCIA DA SRA. CÂNDIDA E FAMÍLIA

     Visitamos hoje a tarde a Srª Cândida, que está se recuperando de uma cirurgia ocular, em sua residência, onde conversamos e fizemos uma reflexão sobre a cura que Cristo dava aos coxos, cegos, mudos e muitos outros enfermos (Mt 15, 29-31).
Lanche após nossa reflexão, oferecido por Enedina (em pé), filha da Srª Cândida

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

FORMAÇÃO PARA NOIVOS - OUTUBRO/14

     Conversamos hoje a noite no Convento São Sebastião com os noivos que estão se preparando para o Sacramento do Matrimônio.
 Batista & Socorro conversando com os noivos

Edvaldo &Silvia falando sobre o "Plano do amor de Deus e o amor conjugal"
Civana & Heitor conversando com os noivos

Frei Cícero conversando com os noivos sobre o Sacramento do Matrimônio

terça-feira, 7 de outubro de 2014

REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO PASTORAL PAROQUIAL - OUTUBRO



A – Pauta da Reunião do CPP do dia 06/10/2014:
    - Oração inicial p/ Wedno.
    - Leitura da Ata da reunião anterior
01 –Festejo de São Francisco:
     . feita avaliação do festejo
02 – Assembleia do Zonal Norte:
     . Lia falou sobre a reunião que aconteceu no auditório do colégio Diocesano, na qual participaram as paróquias de Parnaíba juntamente com as paróquias: Nossa Senhora da Assunção, Nossa Senhora da Conceição, de Ilha Grande, Nossa Senhora da Conceição, de Luiz correia, Nossa Senhora dos Remédios, de Buriti dos Lopes.
     . Frase de Dom Alfredo que marcou a assembleia: “Respirar missão”.
03 – 18ª Assembleia de Pastoral, a ser realizada nos dias 30, 31/10 e 01/11.
04 – Domingo da solidariedade, que continua sendo o 2º domingo de cada mês, com coleta de alimentos nas missas da Matriz, com destino a Liga do pão dos pobres de Santo Antônio.
05 – Mês missionário. Dia mundial das missões. Coleta Nacional nos dias 18 e 19 do corrente.
     - Os envelopes da coleta, deverão ser entregues na secretaria paroquial, dia 20 do corrente.
06 – Missão na Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, nos dias 23, 24, 25 e 26 do corrente.
07 – Reunião com a equipe ampliada das Santas Missões- Dia 14 do corrente, após o término da novena da Mãe Rainha (As Comunidades deverão estar representadas).
08 – Natal em família. Distribuídos os livros contendo os encontros.
09 – Festejo da Mãe Rainha. 10º ano do Santuário. De 13 a 22 do corrente no Santuário da Mãe Rainha. 
10 – Dia em honra a São Francisco. Continuará sendo a tarde a adoração ao Santíssimo.
11 – Gincana vocacional- acontecerá na Comunidade Face de Cristo, dia 16/11.
12 – Missão jovem – Ocorrerá juntamente com as Santas Missões na Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (24, 25 e 26/10)
13 – Dia de finados:
        . 06:00h – celebração Eucarística na Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e em seguida caminhada até o cemitério da rua tabajara.
       . Distribuição de folders contendo o tema: “vida e ressurreição”
14 – Curso de formação de evangelizadores – dias 15 e 16/11 com o tema: liturgia.
15 – Natal sem fome – Ainda não definido pela Diocese qual a paróquia que sediará, mas independente disso, nossa paróquia envidará esforços, pedindo o envolvimento de todos para a coleta de alimentos no dia “D”.
16 – Calendário paroquial 2015 – que as comunidades, pastorais, grupos e movimentos, organizem seu calendário de eventos do próximo ano. A partir do próximo mês, cronogramas de eventos deverão ser entregues na secretaria paroquial.
17 – Aniversário do pároco – Dia 28 do corrente.
18 – Prece do Sínodo dos Bispos – Que as comunidades orem pelo Sínodo dos Bispos que teve início dia 05 e vai até o dia 19 do corrente. A oração está no link: http://pastoralfamiliarsaosebastiaoparnaiba.blogspot.com.br/2014/09/oracao-pelo-sinodo-dos-bispos-sobre.html
19 – Próxima reunião do CPP, será no dia 03/11/2014.
20 – Avisos
     - Reciclagem e formação para os Ministros da Eucaristia – Os coordenadores das comunidades indicarão os novos e os que continuarão como Ministros Extraordinários da Eucaristia;
     - Jurandir convidou a todos para a XI Jornada Catequética e VI Romaria das Crianças, com o lema: “Vinde a mim as criancinhas”.
     - Jurandir também informou que a formação para pais e padrinhos das crianças que farão a 1ª Eucaristia, será na Comunidade Santa Cecília, no dia 19 do corrente, a partir das 08:00h;
     - Lia convidou a todos para a celebração eucarística da passagem dos 61 anos da imagem de Nossa Senhora de Fátima oriunda de Portugal;
     - Ercília fez a divulgação da rifa do festejo da Mãe Rainha; e
     - Dia 08 do corrente (quarta-feira), às 17:30h, Missa em homenagem ao NASCITURO, em nossa Matriz. 

domingo, 5 de outubro de 2014

PAPA ABRE HISTÓRICO SÍNODO PARA DISCUTIR A FAMÍLIA E O CASAMENTO



     O papa Francisco inaugurou neste domingo na basílica de São Pedro um histórico sínodo de bispos de todo mundo para analisar os desafios da família moderna e abordar temas tabus para a Igreja católica.

     Durante quinze dias, cerca de 300 prelados, entre cardeais e arcebispos de todos os continentes, debaterão a portas fechadas sobre o casamento homossexual, os casais de fato, o divórcio e a comunhão para os divorciados que voltarem a se casas, entre outros temas delicados.

     Com uma missa solene concelebrada com 230 prelados, o Papa, inaugurou a primeira assembleia extraordinária de bispos de seu pontificado, iniciado em março de 2013 e que poderá romper com velhas tradicionais e ser um divisor de águas na Igreja.

     "As assembleias não servem para discutir ideias brilhantes e originais, ou para ver quem é mais inteligente. Neste caso, o Senhor nos pede que cuidemos da família", alertou o Papa durante sua homilia.

     Com o tom solene das grandes ocasiões, Francisco insistiu que os "padres sinodais não frustrem o sonho de Deus e trabalhem generosamente com a verdadeira liberdade e humilde criatividade".

     "O sonho de Deus sempre enfrenta a hipocrisia de alguns de seus servidores. Podemos frustrar o sonho de Deus se não nos deixarmos guiar pelo Espírito Santo", recordou.

     O pontífice criticou "os maus pastores que jogam sobre o povo fardos insuportáveis, que eles sequer tocam com os dedos".

     Na véspera, durante uma vigília de oração na praça de São Pedro, o Papa apareceu ante os cerca de 80.000 mil participantes para pedir que "ouçam o grito do povo de Deus". "Devemos ouvir o que gritam os homens de nosso tempo", afirmou ainda.

TENSÕES E CRÍTICAS

     O sínodo começa em um clima de tensão, alimentada pelas críticas dos setores ultraconservadores, que chegaram a acusar o Papa de ter sido eleito de forma ilegal, em um conclave irregular, segundo um livro lançado no sábado pelo jornalista italiano Antonio Socci.

     Além dos prelados, participarão laicos e casais, entre eles um casal misto, formado por um católico e um muçulmano.

     Francisco pretende abrir a Igreja e deixar de lado a política e a perseguição contra os fieis que não seguem ao pé da letra seus preceitos, como acontecia no passado.

     "Há uma porta que até agora esteve fechada e o Papa quer agora que se abra. O Papa quer que o povo de Deus se expresse e diga o que pensa", antecipou à imprensa o cardeal Lorenzo Baldisseri, secretário-geral do sínodo.

      A assembleia foi fixada ao término de uma consulta mundial sobre a evolução da família, lançada pelo Papa argentino pouco depois de sua eleição em março de 2013.

     Depois deste sínodo extraordinário, no qual não serão tomadas decisões, o Papa programou para 2015 um sínodo ordinário, ao término do qual a Igreja católica poderá adotar medidas específicas, fruta da mediação entre vários setores.

     As expectativas nos dois campos são elevadas e não se exclui que a hierarquia da Igreja termine por reiterar o valor da família tradicional e condene o chamado divórcio católico.

     Os inúmeros católicos que vivem hoje em dia "fora das regras" preocupa a Igreja liderada por Francisco, que, em algumas ocasiões, insistiu em acolher esses fieis e evitar que sejam excluídos.

     O aumento dos divórcios, das famílias monoparentais, da convivência extramatrimonial e das uniões entre pessoas de mesmo sexo estão mudando o modelo de família, por isso o Papa quis convocar este sínodo.

     Durante a semana, um grupo de 48 intelectuais católicos conservadores, entre eles muitos americanos, enviou uma carta pedindo que o pontífice seja "intransigente" quanto ao casamento tradicional.

     No documento, os intelectuais manifestam preocupação com a família, especialmente nos Estados Unidos, onde 40% dos casais se divorciam.

     "Os casais estão desesperadamente à espera de ouvir a verdade (...) saber as razões pelas quais Cristo e a Igreja desejam que sejam fiéis um ao outro por toda a vida", escreveram.

     "Quando o casamento se torna difícil, como acontece com a maioria dos casais, a Igreja deve ser uma fonte de apoio, não apenas individualmente", dizem.

     Apesar de o Papa ter pedido à hierarquia da Igreja Católica um debate "sereno e aberto" sobre a evolução da família moderna, católicos progressistas e conservadores divergem sobre a questão em discussões na imprensa especializada. Embora a questão não tenha sido abordada na carta, muitos católicos conservadores, incluindo vários cardeais, rejeitam a ideia de a Igreja liberar a comunhão aos divorciados que se casaram novamente. Esse é um dos principais assuntos a ser discutido no sínodo, porque parte da hierarquia católica considera que é o preço a ser pago por aqueles que quebram um sacramento como o casamento, considerado insolúvel.

      Os prelados debaterão também sobre o aborto, as relações fora do casamento, a violência doméstica, os abusos contra menores dentro da família, assim como imigração, globalização e distintos tipos de pobreza. 
AFP 05/10/2014 - Cidade do Vaticano