quinta-feira, 24 de julho de 2014

CELEBRAÇÃO: FAMÍLIA E FRATERNIDADE




(Colocar no centro de uma mesa uma Bíblia aberta, vela, flores, o cartaz da Campanha da Fraternidade 2014 e a Sagrada Família)
AQueridos irmãos e irmãs, sejam bem-vindos! Celebrando a fraternidade ensinada por Jesus Cristo, vamos refletir sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2014, preparando-nos melhor para Páscoa do Senhor. O tema dessa ano é “Fraternidade e Tráfico Humano”; o lema, “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1). Que este encontro nos ajude a tomarmos consciência da realidade geradora de sofrimentos e morte em nossa sociedade, e nos ilumine em seu enfrentamento.
Canto Hino da CF 2014
É para a liberdade que Cristo nos libertou, Jesus libertador!/ É para a liberdade que Cristo nos libertou!
  1. Deus não quer ver seus filhos sendo escravizados,/À semelhança e à sua imagem, os criou. Na cruz de Cristo,/ foram todos resgatados/ Pra liberdade é que Jesus nos libertou!
  2. Há tanta gente que, ao buscar nova alvorada,/ Sai pela estrada a procurar libertação; Mas como é triste ver, ao fim da caminhada,/ Que foi levada a trabalhar na escravidão!
 3. E quantos chegam a perder a dignidade,/ Sua cidade, a família, o seu valor. Falta justiça, falta mais fraternidade Pra libertá-los/ para a vida e para o amor!
 4. Que abracemos a certeza da esperança, Que já nos lança, nessa marcha em comunhão. Pra novo céu e nova terra da aliança, De liberdade e vida plena para o irmão…
A – Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
T Amém!
TSenhor, que, em Vosso projeto de vida, nos chamais a viver fraternalmente, fazei-nos solidários com nossos irmãos e irmãs vitimados pelo tráfico humano e com sua libertação. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que convosco vive e reina para sempre. Amém!
Leitor 1 – A Igreja Católica no Brasil escolheu “Tráfico Humano” como tema da Campanha da Fraternidade deste ano, porque esse crime se “constitui em ofensa ultrajante contra a dignidade humana, além de ser uma grave violação dos direitos humanos fundamentais”.
Todos – É para a liberdade que Cristo nos libertou.
Leitor 2 – O tráfico humano é um crime organizado, com ramificações por toda a sociedade. Dessa rede, participam pessoas de várias áreas e classes da sociedade. Mas não é fácil identificar os traficantes, que, geralmente, estão bem próximos das vítimas.
Todos – É para a liberdade que Cristo nos libertou.
Leitor 3 – “As vítimas são enganadas a respeito das suas atividades futuras e já não são livres de decidir a respeito da sua própria vida. Acabam em situações semelhantes à escravidão ou à servidão, das quais é muito difícil fugir. Ameaças e violência são, com frequência, utilizadas em ordem a esta finalidade”.
Todos – É para a liberdade que Cristo nos libertou.
Leitura da Palavra – Lc 4, 17-21
     Deram-lhe o livro do profeta Isaías. Abrindo o livro, jesus encontrou a passagem onde está escrito: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou com a unção, para anunciar a Boa Notícia aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos presos e aos cegos  a recuperação da vista; para libertar os oprimidos e para proclamar um ano de graça do Senhor.” Em seguida jesus  fechou o livro, o entregou na mão do ajudante, e sentou-se. Todos os que estavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele. Então Jesus começou a dizer-lhes: “Hoje se cumpriu essa passagem da Escritura, que vocês acabam de ouvir.”
Pistas para a reflexão:
A – O tráfico humano é uma grave ofensa ao projeto de fraternidade de Deus e fere a dignidade e os direitos humanos. A Igreja, por meio da Campanha da Fraternidade 2014, quer testemunhar que “é para a liberdade que Cristo nos libertou” aos irmãos e irmãs que sofrem com escravidões como a do tráfico humano. Por isso elevemos nossas súplicas ao Deus libertador rezando:
(Pai-nosso e Ave Maria)
A – Encerremos nosso encontro pedindo que Deus derrame em nosso coração o seu amor e a sua verdade, rezando a oração da CF 2014.
Ó Deus, sempre ouvis o clamor do vosso povo
e vos compadeceis dos oprimidos e escravizados.
Fazei que experimentem a libertação da cruz
e a ressurreição de Jesus.
Nós vos pedimos pelos que sofrem
o flagelo do tráfico humano.
Convertei-nos pela força do vosso Espírito,
e tornai-nos sensíveis às dores destes nossos irmãos.
Comprometidos na superação deste mal,
vivamos como vossos filhos e filhas,
na liberdade e na paz.
Por Cristo nosso Senhor. AMÉM!
A – Que o Senhor nos dê a graça de caminharmos na liberdade, servindo aos mais pobres e lutando pela libertação de todos. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Canto

quarta-feira, 23 de julho de 2014

CELEBRAÇÃO - FAMÍLIA CIDADÃ E AS ELEIÇÕES 2014 - HF 2014



(Por um Brasil com características de família: o que é bom para a família é bem para o país.)
(Numa mesa com toalha, flores velas, colocar a imagem de um crucifixo, uma Bíblia aberta e o livro da Constituição. Cada participante traz seu título de eleitor ou um documento)
AUnidos, como Igreja, e convocados pelo nosso batismo para nos empenhar por um mundo justo, solidário e fraterno, queremos, hoje, rezar pelas próximas eleições e nos comprometer a exercer com responsabilidade cristã nosso direito de cidadãos com espírito crítico.
Canto  -
A – Em nome  do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
T Amém!
A – Cada um de nós levará seu título de eleitor (documento) e colocará sobre a Bíblia rezando:
     Trindade Santa, receba meu propósito de exercer minha cidadania com responsabilidade e compromisso na construção de um país cristão que promova a vida familiar, segundo desígnio de Deus, e que zele pela vida humana, desde a concepção até o seu término natural.
Palavra de Deus  - 1Tm 2, 1-4
     Antes de tudo, recomendo que façam pedidos, orações, súplicas e ações de graças em favor de  todos os homens, pelos reis e por todos os que têm autoridade, a fim de que levemos uma vida calma e serena, com toda a piedade e dignidade. Isso é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador. Ele quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade.
Comentário
     A política é uma das formas mais altas de caridade, porque é servir o bem comum, portanto, nenhum cidadão pode permitir-se “lavar-se as mãos” desse compromisso. Todos devem fazer algo segundo as suas possibilidades. Podemos rezar. E rezar pelas autoridades significa assumir uma postura de comprometimento no exercício da cidadania, que se expressa através do voto consciente que definirá o futuro do Brasil. Também podemos e devemos votar num candidato que pratique e promova os valores cristãos.
Reflexão
Leitor 1 – Uma sociedade que é desejada, planejada e construída como uma família cristã é a melhor garantia de dignidade e fraternidade para todos nós. A família, como modelo para a sociedade, recorda a todos, em especial aos governantes, que a atenção e a centralidade na pessoa humana, na sua individualidade inserida no todo (realidade vivida em comum),é o caminho mais adequado para a realização e o bem-estar de todos.
T – Amor e fidelidade se encontram, justiça e paz se abraçam. (Sl (84,11)
Leitor 2 – Comprometer-se na construção de uma sociedade com as características de uma família, segundo o desígnio de Deus, significa colocar no centro de toda ação política e social a pessoal humana, imagem e semelhança de Deus, e suas relações, que exigem, além das condições materiais, promover a pessoa segundo o princípio do humanismo integral.
T – Amor e fidelidade se encontram, justiça e paz se abraçam. (Sl (84,11)
Leitor 3 – Assim, com o modelo da família cristã, construímos uma sociedade justa e fraterna que assume o bem comum. Que possibilite condições para a pessoa “ser pessoa” e diz não à ilusão do assistencialismo das “bolsas escravagistas”.
T – Amor e fidelidade se encontram, justiça e paz se abraçam. (Sl (84,11)
Leitor 1 – Um caminho que podemos percorrer para a construção de uma sociedade brasileira é votarmos em candidatos que têm na centralidade de seus desejos, preocupações, planos políticos, práticas, o cuidado e promoção da família. Pessoas que a tenham como modelo a seguir e, ainda, que a promovam, através de políticas familiares (como saúde, educação e trabalho), candidatos que promovam condições para que a família brasileira possa ser, cada vez mais, família e não outra coisa.
T – Amor e fidelidade se encontram, justiça e paz se abraçam. (Sl (84,11)
Leitor 2 – É importante verificar, antes e depois das eleições, se os candidatos e partidos estão comprometidos com os valores cristãos da família, justiça, solidariedade social, dignidade da pessoa, os direitos humanos, a cultura da paz e o respeito pleno pela vida humana, desde a concepção até a morte natural.
T – Amor e fidelidade se encontram, justiça e paz se abraçam. (Sl (84,11)
– Para instaurar a vida política verdadeiramente humana nada melhor do que desenvolver o sentido de justiça, de benevolência, de serviço do bem comum, de reforçar as convicções fundamentais acerca da verdadeira índole e, também, da comunidade política, e corroborar no exercício reto e nos limites da autoridade pública. (Gaudium et Spes, 73)
Oração
A – Senhor ajude-nos a votar em candidatos que:
1) amparem, protejam e promovam a família cristã cidadã e, encontrem nela o modelo de sua atuação política;
2) sejam conhecidos pelos valores e pelo testemunho de honestidade e prática do bem comum segundo a justiça – “ficha limpa”;
3) respeitem a liberdade de consciência, as convicções religiosas e morais dos cidadãos, seus símbolos religiosos e a livre manifestação de sua fé;
4) atuem filiados aos partidos que acreditam e promovem o desenvolvimento pela educação e trabalho dignos;
5) pratiquem os valores cristãos/católicos, segundo a doutrina social da Igreja na sua vida pessoal, familiar e pública;
6) tenham vínculo com as comunidades locais, sejam dignos, capazes, com credibilidade pública e que estejam em sintonia com suas próprias convicções;
7) sejam contrários e reprovem qualquer lei que permita a morte de crianças e a ideologia de gênero;
A – E acima de tudo, Senhor, que acreditemos e nos empenhemos num Brasil-família solidário, justo e fraterno. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
T Amém!

segunda-feira, 21 de julho de 2014

MOMENTOS DIFÍCEIS - Hora da Família 2014



Oração diante das dificuldades – Quando foi que Deus falhou?
(sobre uma mesa. Uma vela, uma Bíblia e uma foto da família)
AEstamos reunidos, lembrando a Palavra de Deus que diz: ”Tudo posso naquele que me fortalece”. Por isso, a oração é a nossa forma de dizer a Deus o quanto esperamos Dele, em todas as horas, mas, principalmente, diante deste desafio que nossa família enfrenta (comentar) o(s) desafio(s)).
Casal – Vamos abrir a Bíblia para que a Palavra de Deus nos guie nesta hora da necessidade e nos inspire bons pensamentos e fortaleça as atitudes que precisamos.
(Abrir a Bíblia em Lucas 17, 5-6 e ler o texto em voz alta)
Filhos – Vamos acender esta vela recordando a Palavra de Jesus “Vós sois a luz do mundo...”. Com confiança de que não existem trevas maiores do que uma chama, pois mesmo sendo pequena afasta a escuridão.
- Cada um, ao acender a chama na vela, reza:
     Senhor, que esta vela que acabamos de acender seja luz para a nossa família que passa (dizer o(s) desafio(s), a fim de que Vos digneis a nos esclarecer em nossas dificuldades e fortalecer em nossas decisões. Que seja fogo do Espírito a fim de que queimeis em nós todo egoísmo, orgulho e impureza. Que seja chama Ressuscitadora a fim que aqueçais nosso coração. Ajudai-nos a prolongar a nossa oração nas atividades deste dia, e a encontrar a luz que necessitamos. Amém!
Palavra de Deus
ACom a mesma confiança do salmista rezemos o Salmo (123):
Leitor 1 – Se não estivesse o Senhor do nosso lado, Israel que o diga. Se o senhor não estivesse do nosso lado, quando os homens nos assaltaram, então nos teriam devorado vivos, no furor de sua ira contra nós.
TO nosso auxílio está no nome do Senhor, que fez o céu e a terra.
Leitor 2 – As águas nos teriam inundado, a torrente chegado ao pescoço; as águas impetuosas chegariam ao nosso pescoço.
TO nosso auxílio está no nome do Senhor, que fez o céu e a terra.
Leitor 1 – Seja bendito o Senhor! Ele não nos entregou como presas para os dentes deles. Fugimos vivos, como o pássaro foge da rede do caçador: a rede rompeu-se, e nós escapamos. O nosso auxílio é o nome do Senhor, que fez o céu e a terra.
TO nosso auxílio está no nome do Senhor, que fez o céu e a terra.
PARTILHA
(Repetir o versículo que mais chamou a atenção e, logo após um momento de silêncio, cada um formule sua súplica ao Senhor e se quiser diga-a em voz alta. Depois, cada membro da família pode repetir a oração)
TSenhor da vida, libertador de Israel, restaurador das famílias, olhai para nós e ajudai-nos.
A – Saudemos Maria, modelo do cristão, que com seu amor materno nos trouxe Jesus e manteve-se em pé diante da cruz do seu Filho, com uma Salve Rainha.
BÊNÇÃO DA FAMÍLIA
A – São José, homem justo, trabalhador incansável, guarda íntegro dos penhores que lhe foram confiados, guarde, proteja e ilumine a nossa família.
TAmém!
A – Que a Virgem Maria, Mãe da Igreja, seja também a Mãe da “Igreja doméstica” e, graças ao seu auxílio materno, que cada família cristã possa tornar-se verdadeiramente uma “pequena Igreja”, na qual se manifeste e reviva o mistério da Igreja de Cristo. Seja Ela, a Escrava do Senhor, o exemplo de acolhimento humilde e generoso da vontade de Deus; seja Ela, Mãe das Dores aos pés da Cruz, a confortar e a enxugar as lágrimas dos que sofrem pelas dificuldades das suas famílias.
TAmém!
A – E que Cristo Senhor, Rei do Universo, Rei das famílias, como em Caná, esteja presente em cada lar cristão a conceder-lhe luz, felicidade, serenidade, fortaleza.
TAmém!
A – Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Canto – Cantar a beleza da vida (Pe. Zezinho)
1. Cantar a beleza da vida,/ presente do amor sem igual:/ missão do teu povo escolhido./ Senhor, vem livrar-nos do mal.
Vem dar-nos teu Filho, Senhor,/ sustento no pão e no vinho/ e a força do Espírito Santo/ unindo teu povo a caminho.
2. Falar do teu Filho às nações,/ vivendo como ele viveu:/ missão do teu povo escolhido./ Senhor, vem cuidar do que é teu.
3. Viver o perdão sem medida,/ servir sem jamais condenar:/ missão do teu povo escolhido./ Senhor, vem conosco ficar.
4. Erguer os que estão humilhados,/ doar-se aos pequenos, aos pobres:/ missão do teu povo escolhido./Senhor, nossas forças redobre.
5. Andar os caminhos do mundo,/ plantando teu Reino de paz:/ missão do teu povo escolhido Senhor, nossos passos refaz.